Gente cheirosa tá sempre um degrauzinho acima na escada da vida…

“Ô mãe! Se eu disser que eu não consigo escolher a minha roupa sozinha, você vem me ajudar? E se eu disser que eu esqueci como amarrar o meu tênis, você amarra para mim? Você me leva para a aula, me faz uma xícara quente de chá, enrola os meus cabelos nas pontas dos teus dedos? Mãe, a garota que eu amo partiu meu coração e eu não consigo lidar com isso. Acho que não tenho nada em casa para dor de amor e nenhuma das farmácias dessa droga de cidade vende anestésico sem receita. Cuida de mim, mãe? Eu tô com medo de ficar sozinha, principalmente porque eu sei que ela não vai ligar. Na maioria das vezes, depois que eu comecei a me fazer de gente grande, era para ela que eu corria quando algo dava errado. Só que eu não sei para quem correr agora. Eu não consigo nem contar vantagem e me convencer de que quem perdeu foi ela, porque ela é tão nobre, mas tão nobre, que me pediu desculpas por não conseguir me amar também. Acho que eu nunca mais vou conseguir ir aos mesmos lugares. Na verdade, acho que eu nunca mais vou querer ir a lugar nenhum. Desliga o telefone e vem cuidar de mim, mãe?”
A garota que eu amo partiu meu coração. (via pensamentos-antigos)

Adoro quando eu te olho e você sorri pra mim.

“Ninguém pode decidir o que acontece com você. Ninguém além de você.”
Dezesseis Luas.  (via sorriso-so-risos)

cada átomo meu, implora por cada átomo seu.

“É incrível como a saudade tem a capacidade de fazer com que o mundo vire um imenso vazio.”
Elisa Bartlett.   (via oxigenio-dapalavra)